body
19 junho 2017 - 11:51

Superlotação persiste e Hospital Municipal de NH segue com restrição no atendimento a gestantes

Não há previsão para normalizar o atendimento

Pelo segundo dia consecutivo, a Fundação de Saúde Pública de Novo Hamburgo informa que a UTI Neonatal e o Centro Obstétrico do Hospital Municipal estão com atendimento restrito devido à superlotação. As gestantes que necessitarem de atendimento devem, se possível, procurar unidades de saúde das cidades vizinhas.

De acordo com a Fundação, as Centrais de Leitos do Estado já foram comunicadas sobre a superlotação. O hospital dispõe de 11 leitos de UTI Neonatal, 11 leitos regulares e seis no Centro Obstétrico. Não há vagas disponíveis em nenhum dos setores.

As demandas de baixa complexidade estão sendo encaminhadas para os hospitais em cidades próximas. Já as demandas de alta complexidade estão sendo organizadas pela central de leitos. Não há previsão para normalizar o atendimento.

Fonte:Rádio Guaíba