body
14 julho 2017 - 16:03

Saiba a posição de cada deputado federal gaúcho sobre a denúncia contra Temer

Em defesa de Temer ou sem revelar votos estão deputados do PTB, PP, PRB, PSDB e PMDB

A denúncia contra o presidente Michel Temer por corrupção passiva está agendada para ser apreciada pelo plenário da Câmara dos Deputados no dia 2 de agosto, às 9h. Se ao menos 342 dos 513 deputados forem favoráveis à aceitação da denúncia, o STF é autorizado a julgar Temer. A Rádio Guaíba procurou os 31 deputados federais gaúchos para saber como votarão. De um total de 31 parlamentares, o deputado Cajar Nardes (PR) é o único incontatável, embora se saiba que o partido dele fechou questão em torno da rejeição da denúncia (em favor de Temer). Em alguns casos, as respostas foram fornecidas pelas assessorias de imprensa.

Abaixo, confira o posicionamento de cada deputado.

Contra a aceitação da denúncia (em defesa de Temer)

     Sérgio Moraes (PTB)

     Luiz Carlos Heinze (PP)

     Renato Molling (PP)

     José Otávio Germano (PP)

     Alceu Moreira (PMDB)

     Darcísio Perondi (PMDB)

     Mauro Pereira (PMDB)

     Osmar Terra (PMDB)*

     Ronaldo Nogueira (PTB)*

Não sabe / Indeciso / Não se pronuncia / Não adianta voto à imprensa

     Carlos Gomes (PRB)

     Yeda Crusius (PSDB)

     Covatti Filho (PP)

     Danrlei de Deus Hinterholz (PSD)

     José Fogaça (PMDB)

A favor da aceitação da denúncia

     Afonso Hamm (PP)

     Afonso Motta (PDT)

     Heitor Schuch (PSB)

     Jose Stédile (PSB)

     João Derly (REDE)

     Onyx Lorenzoni (DEM)

     Pompeo de Mattos (PDT)

     Bohn Gass (PT)

     Henrique Fontana (PT)

     Marco Maia (PT)

     Marcon (PT)

     Maria do Rosário (PT)

     Paulo Pimenta (PT)

     Pepe Vargas (PT)

     Jerônimo Goergen (PP)

Em licença-saúde (podem retornar a tempo para votar)

     Giovani Cherini (PR)

*Os deputados Osmar Terra (PMDB) e Ronaldo Nogueira (PTB) reassumiram os cargos nesta quarta-feira, após serem exonerados dos cargos de ministro, para votarem em defesa de Temer. Entraram respectivamente no lugar de Jones Martins (PMDB), que havia se posicionado “A favor de Temer“, e de Assis Melo (PC do B), que havia anunciado voto “Contra Temer“.

**Colaboraram os repórteres Gabriel Jacobsen, Vitória Famer, Guilherme Kepler, Eduardo Paganella e Lucas Rivas

Fonte:Rádio Guaíba