09 fevereiro 2018 - 10:25

Postergar reforma da Previdência trará prejuízos a todos, diz Casa Civil

Perspectiva do Governo é votar reforma da Previdência até final do mês

O assessor especial da Casa Civil Bruno Bianco Leal e o secretário da Previdência Social do Ministério da Fazenda, Marcelo Caetano, afirmaram nesta sexta-feira que a cada dia que passa sem a reforma da Previdência o país acumula prejuízos. Segundo eles, o governo federal trabalha com a perspectiva de votação da reforma previdenciária para logo depois do Carnaval.

Em resposta à Rádio Guaíba durante entrevista realizada no programa Por Dentro do Governo, da NBR, o assessor especial da Casa Civil disse que o governo trabalha com a intenção de votar a reforma até o final do mês de fevereiro. Ainda segundo ele, em um cenário negativo para o governo, de não votação, prejuízos são acumulados a cada dia.

“Se não houver a reforma, a cada dia que passa, temos prejuízos consideráveis a todos. A reforma da Previdência traz com ela benefícios imediatos. O mercado e toda sociedade aguarda a reforma para que o país possa reagir do ponto de vista econômico. Mas a perspectiva é muito boa e a reforma certamente será aprovada dentro da data que se espera”, salientou.

Questionado sobre mudanças que podem ocorrer devido à aprovação da reforma da Previdência na esfera de benefícios concedidos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), o secretário da Previdência Social do Ministério da Fazenda garantiu que nenhum beneficiário vai parar de receber. O que pode ocorrer são apenas revisões dos benefícios para aqueles que não comprovarem necessidade de receber o auxílio ou por algum motivo de fraude.

“A Previdência tem que passar por avanços administrativos. A gente sempre tem que avançar para que o benefício seja pago para aquelas pessoas que efetivamente precisam receber o benefícios. Todos aqueles que estão recebendo podem ficar tranquilos que irão continuar recebendo o benefício da mesma maneira. Se houver necessidade de revisão a pessoa vai receber uma comunicação para ir até um posto do INSS”, ressaltou.

Temer: Aprovação da previdência é nota 7

O presidente Michel Temer afirmou, em entrevista à Rádio Guaíba na manhã desta sexta-feira, que seu nível de esperança com a aprovação da reforma atualmente é nota 7, mas espera melhorar nas próximas semanas. “Minha esperança pela aprovação da reforma da Previdência hoje é nota 7. Espero conseguir chegar a 10. Temos que conseguir convencer os colegas parlamentares”.

Fonte:Guilherme Kepler / Rádio Guaíba