body
12 outubro 2017 - 13:15

Porto Alegre registra quarta vítima fatal de leishmaniose

Menina de dois anos e oito meses morreu no último dia 1º

Foi registrado, no último dia 1º de outubro, a quarta morte por leishmaniose em Porto Alegre desde setembro de 2016. A vítima foi uma menina de dois anos e oito meses, cuja família reside no bairro Cascata. Ela faleceu dois dias depois que a suspeita da doença foi comunicada à Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (CGVS/SMS) pelo Hospital de Clínicas.

A criança fazia tratamento desde julho para câncer, já que o primeiro exame não detectou leishmaniose. No final de setembro, no entanto, o quadro clínico se agravou, e uma nova biópsia apontou a presença do protozoário. A região onde vivia a criança já está sendo monitorada pela prefeitura.

Outros três casos suspeitos estão em investigação na cidade.

A vítima fatal anterior da doença foi uma idosa de 81 anos, que morreu ainda em maio. Desde setembro de 2016, foram diagnosticados cinco casos na Capital, sendo que apenas um tratamento foi eficaz, graças ao diagnóstico precoce.

A prefeitura garantiu que uma nova rodada de capacitações será realizada para profissionais de saúde de unidades da Gerência Distrital de Saúde (GD/SMS) Glória Cruzeiro Cristal. Nesta região são encontrados cerca de 50% das áreas consideradas de risco para transmissão.

Fonte:Rádio Guaíba