14 fevereiro 2018 - 17:49

Nova gestão pode assumir Beneficência Portuguesa ainda neste ano

Os trabalhos do Sírio-Libanês, no diagnóstico técnico, e do Banrisul, na auditoria da dívida, devem durar de três a quatro meses

Hospital Beneficência Portuguesa. Foto: Lucas Rivas/Rádio Guaíba

Hospital Beneficência Portuguesa. Foto: Lucas Rivas/Rádio Guaíba

Com a confirmação da consultoria que irá apurar a real situação financeira do Hospital Beneficência Portuguesa, já há expectativa para saber quem irá assumir a gestão da unidade. Os trabalhos do Sírio-Libanês, no diagnóstico técnico, e do Banrisul, na auditoria da dívida, devem durar de três a quatro meses.

Líder da articulação política com o Ministério da Saúde para incluir o Beneficência no Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS, o deputado federal Jerônimo Goergen (PP) afirma que o atendimento no hospital pode operar em meio aos estudos da consultoria. “Eu colocaria este ano para plena atividade, se tudo der certo. Dentro de 3 a 4 meses, muita coisa já pode estar começando a ser reativada”, afirmou o parlamentar.

A aventada possibilidade do Grupo Hospitalar Conceição em assumir a gestão do Beneficência é considerada, mas depende dos interesses políticos do Ministério da Saúde, que administra o centro de saúde. A proposta mais real apresentada até aqui foi a da Cruz Vermelha. “Temos uma sinalização da Cruz Vermelha, que estaria disposta, após esse trabalho, a assumir a gestão. Inclusive, o passivo e tocar o hospital para frente”, revelou Goergen.

O convênio do Beneficência Portuguesa com o Sistema Único de Saúde, para atender a população sem acesso a planos de saúde, pode ser retomado com a Prefeitura de Porto Alegre, o estado e a União

Fonte:Rádio Guaíba