07 dezembro 2017 - 18:22

Chuva histórica para dezembro afeta mais de 1,5 mil pessoas em Viamão

Em um intervalo de seis horas, choveu 126 milímetros na cidade

Mais de 1,5 mil moradores de Viamão foram impactados pela chuva que castigou a cidade entre a madrugada e a manhã de hoje. Após percorrer a cidade, o coordenador regional da Defesa Civil, major Alexsandro Goi, apontou que 350 famílias que vivem nas adjacências do arroio Feijó foram afetadas pelo transbordo do canal. Além disso, 20 famílias tiveram de ser retiradas de casa e outras sete foram levadas para casas de parentes.

Conforme major Goi, pelo menos sete bairros de Viamão foram duramente castigados pelas enxurradas, em especial os bairros Augusta, Estalagem, Gaúcha, São Lucas, Santo Onofre e Jardim Universitário. O major revela, ainda, que choveu 126 milímetros em um intervalo de apenas seis horas.

O temporal começou perto das 5h, de forma torrencial. Na maior parte do tempo, a chuva se manteve forte, causando o transbordamento do arroio Feijó, no bairro Augusta, e da barragem da Lomba do Sabão, no limite entre Viamão e Porto Alegre – dois locais com problemas recorrentes de escoamento da água.

Goi informou, ainda, que a cúpula da Prefeitura de Viamão está reunida para contabilizar os estragos e estudar que medidas tomar.

Doações

Muitas famílias perderam todos os pertences. A Prefeitura recebe doações de colchões, alimentos, roupas de todos os tamanhos (adulto e infantil) e fraldas descartáveis. Quem quiser ajudar pode levar roupas e alimentos até os CRAS das regiões. Já os colchões podem ser levados até a Fábrica da Cidadania, na ERS 040, parada 36, atrás da UPA.

Fonte:Lucas Rivas/Rádio Guaíba