16 julho 2017 - 22:38

Após queda brusca da temperatura, neve granular chega ao RS

Fenômeno foi registrado em Pinheiro Machado, na Serra do Sudeste

Registro de neve granular ocorreu em Pinheiro Machado, na metade Sul do RS. Foto: Allef Matos

Registro de neve granular ocorreu em Pinheiro Machado, na metade Sul do RS. Foto: Allef Matos

Depois de um sábado de verão, com temperaturas ultrapassando os 30ºC em diversas regiões do Rio Grande do Sul, a noite de domingo começou com sensação térmica negativa em municípios gaúchos, com registro de neve granular. O fenômeno ocorreu em Pinheiro Machado, na Serra do Sudeste, por volta das 18h30min.

A temperatura chegou a 3,2ºC na cidade, com sensação térmica negativa, conforme a estação meteorológica instalada no Parque Charrua. Os relatos da neve foram divulgados pelos estudantes de Meteorologia da UFPel Allef Matos, Fernando Rafael e Gabriel Cassol.

A precipitação invernal, como é chamada pelos meteorologistas, durou por uma hora e 20 minutos. “Primeiro caiu chuva congelada misturada com chuva líquida, depois uma pancada de neve granular e assim seguiram os fenômenos de forma intercalada”, explicou Fernando Rafael.

Conforme a meteorologista Estael Sias, da MetSul, a neve granulada é semelhante ao granizo e a diferença está na maneira em que o gelo chega no solo. “A queda de granizo tem uma duração mais rápida e as pedras de gelo quicam, batem e voltam, já a neve cai diretamente e pode ser mais prolongada”, explica. Também houve registro de chuva congelada em Santana do Livramento, na região da Campanha.

Já para segunda-feira, a previsão é de neve em maior intensidade para vários pontos localizados entre Santa Maria e Passo Fundo. “A gente pode ter essa condição a qualquer momento do dia em locais com altitude acima de 500 ou 600 metros”, projeta Estael. A meteorologista enfatiza ainda que, mesmo à tarde, as temperaturas seguirão baixas, com uma média de 9ºC.

 

Fonte:Daiane Vivatti/Rádio Guaíba