Guaíba 101.3FM 720AM
Tempo Agora
Porto Alegre
23ºC
Previsão para
Amanhã
16º 23º Icone Amanha

Porto Alegre, 18 de Abril de 2014

Aplicativo Iphone   Aplicativo Android   facebook   twitter


07/01/2013 20:25 - Atualizado em 07/01/2013 21:07

Encontrado esconderijo de quadrilha que explodiu fábrica de joias em Cotiporã

Sítio em Santo Antônio da Patrulha era utilizado como ponto de encontro para criminosos, segundo a Polícia

A Polícia Civil e a Brigada Militar descobriram, nesta segunda-feira, um sítio abandonado em Santo Antônio da Patrulha, no litoral Norte, que servia de ponto de encontro para o bando de Elisandro Rodrigo Falcão, foragido número 1 do Rio Grande do Sul, que morreu após o assalto à fábrica de Joias Guindani, em Cotiporã, na Serra, no domingo retrasado.

Segundo o delegado Paulo Roberto Rosa da Silva, local, que fica próximo à ERS -474, possivelmente foi usado como ponto de encontro para outros assaltos. No local, foi encontrada uma moto, utilizada por Falcão, mas que está em nome do irmão do paranaense Édio Robert dos Santos, de 26 anos, que foi preso na noite desse domingo.

“Escutamos o irmão, mas a princípio ele não vai ser preso, porque não há motivos para tal. Agora, queremos saber se Falcão e a quadrilha estiveram no esconderijo antes ou depois do assalto em Cotiporã”, explica o delegado.

Leia mais:
Decretada prisão de paranaense suspeito de ataque com reféns a joalheria em Cotiporã




Fonte: Wagner Machado/Radio Guaiba

 

OPINIÃO > ENQUETE

Agentes do FBI ensinam técnicas de interrogatório a policiais gaúchos para a Copa do Mundo. Você acha que o treinamento é necessário?

Opinião > Enquete

OPINIÃO > ENQUETE

Quem chega melhor para a disputa do Brasileiro?

Opinião > Enquete

Rádio Guaíba Ltda.
Copyright © 2008 Grupo Record.
Todos os direitos reservados.